Archive | March, 2008

Matriarca da Assobecaty Carmen de Oxalá se pronuncia ao Senhor Ministro Edson Santos

31 Mar

fotos 10 080Em primeiro lugar reverencio os Orixás, ” KI ALAAFIAA ORISANLÁ NI LAI LAI LAARIM WA” Que a paz de oxalá esteja sempre entre nós.

Vou furar o protocolo , vou pedir ago a todos os religiosos aqui presentes , agora sim, Saudo a Mesa

1-Ministro Edson Santos

2- Professora Vera Triunfo

3- Yalorixá Vera Soares

4- Baba Dyba

Essa cerimônia acontece com o caráter de demonstrar ao Excelentíssimo Ministro Edson Santos, o esforço da comunidade de terreiro para desenvolvermos um modelo de “União da Religiosidade do Estado do Rio grande do Sul “.

“ OBA NI XÉ KÁWÓÓ KABIYÉSI”, O Rei Chegou , Salve o Rei assim Xangô foi saldado quando os orixá masculinos se reuniram secretamente para discutir o nível de organização dos orixás femininos falar das organizações, trago esse trecho de uma Lenda por dois motivos:

Primeiro Xangô é o orixá Regente do ano, embora de uma forma muito conturbada , presenteou a Comunidade Negra com Ministério de Promoção de Igualdade Racial, embora tenho o entendimento que o Ministério atende as comunidades Judeus, Palestinos, Ciganos , indígena e a Comunidade Negra, essa ninguém pode negar, que foi a que através de muita luta conseguiram avançar nas políticas publica da criação da Seppir e com isso beneficiando não só a ela , mas sim as demais etnias.

Em segundo gostaria de chamar a atenção de todos os presentes , para que observassem a composição da mesa, e dizer ao Senhor Ministro as Mulheres Gaúchas, está num continuo desenvolvimento em todos os aspectos da Sociedade a mulher esta despontando. No que se refere as Mulheres Negra surgem algumas com o compromisso de celebrar o fortalecimento do Tradição Afro- Gaúcha cada uma delas esta em seu tempo e espaço, demarcando o significado histórico de luta pela religiosidade no sentido de sua participação na sociedade oficial brasileira em especial a liderança de Mãe Vera de Oiá , que nos representa na Sepir como conselheira desse Órgão e Eu como cidadã brasileira, Yalorixá herdeira do Axé da Casa que era dirigida por minha Mãe Quina de Yemanjá, Coordenadora da Comissão de Religiosidade do CODENE- Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado do Rio Grande do Sul, e ainda contrariando todas as estáticas realizadas no País, que dizem que as mulheres negras estão sim, na vulnerabilidade social, com baixa escolaridade, contradizendo a isso O Pai Oxalá ordenou que no ano de Xangô Cao Cabiesile, Xangô ajudasse com seu axé a me forma em Psicologia.

Com essas poucas palavras evoco a todos os orixás dos babalorixás e ialorixás presentes nesse espaço para que distribuam muito Axé para que juntos cada vez mais, possamos construir um mundo Africano Religioso Gaúcho, com respeito mutuo e fraterno afinal somos todos Omo- Orisá.

Trago Um Trecho do Intelectual Francês Vicente Mulago ( 1972, P.151) que diz que:

“ A religião impregna toda a vida do africano sua vida individual, familiar, sócio- política. Ela tem uma função psicológica e social de integração e de equilíbrio; ela permite compreender, valorizar, integrar, suportar sua condição existencial, submeter sua angústia. È graças à religião que se opera abolição de dualidade entre o mundo visível e invisível para tender a unificação”.

Espero que o senhor Ministro possa fazer uma leitura, positiva da religiosidade Afro-Gaúcha ao ponto de continuarmos tendo a Seppir uma aliada diante das necessidades da comunidade Tradicional de Axé. Agradeço a atenção de todos, “Adúpe, Adupe, Adupe” obrigado, obrigado obrigado a todos os orixás , Obrigado a todos os presentes..