Archive | September, 2011

Yalorixás realizam Conferência Temática neste final de semana

23 Sep

Yalorixás reúnem-se nesse fim de semana em Conferência Temática

Yalorixás reúnem-se nesse fim de semana em Conferência Temática

No próximo final de semana, dias 24 e 25 de setembro, as Yás – sacerdotes femininas de Casas de Religião de Matriz negro-africana – realizam sua primeira Conferência Estadual, como etapa preparatória para a IV Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres – Enid Backe.

O encontro refletirá sobre a relação entre as Religiões Afro-brasileras, as políticas públicas para as mulheres, a sociedade e a saúde das mulheres. Outro aspecto a ser abordado na ocasião será o enfrentamento aos preconceitos sofridos pelas mulheres adeptas a cosmologia africana.

A abertura da 1ª Conferência Temática Estadual de Yás de Casas de Tradição ocorrerá a partir das 10 horas do dia 24 de setembro, na Praia da Alegria, em Guaíba. A programação se estende até domingo, quando ocorre o IV Alujá na Pedra do Xangô de Guaíba. Todos os encaminhamentos serão levados à IV Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres.

O evento é organizado pelo Movimento 13 de Maio – Abolição não conclusa para as Mulheres Negras, Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá – ASSOBECATY, Associação Amigos da Festa de Oxum de Tapes – AAFOT, Central de Movimentos Populares – CMP, Revista Conexão Afro e Sindicato dos Servidores Públicos da CUT/RS. Conta ainda com o apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM/RS, Secretaria de Educação – SEDUC/RS, Secretaria da Cultura – SEDAC/RS, Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR/PR, Secretaria Especial de Direitos Humanos – SEDH/PR, Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres de São Leopoldo, Conselho Municipal de Direitos da Mulher e Prefeitura de Guaíba.

Programação Completa:

Dia 24 de Setembro de 2011- Sábado

10h – Mesa de Abertura com Autoridades (Prefeito Municipal, COMDIM, SPM, SEPPIR, ASSOBECATY, e representação das Yás).

11h – Painel: O resgate da História das religiões de Matrizes Africanas.

11h40min. – Debates

14h- Painel: Os Rituais e o Meio Ambiente.
Painelistas: Representante da Secretaria Est. Meio ambiente (a confirmar Jussara Cony) e Mãe Élida – Associação Cultural do Povo Bantu-RS

14h40min. – Debates

15h20min. – Painel: A Sustentabilidade dos Terreiros.
Painelistas: Ivonete Carvalho  – SEPPIR- Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e Mãe Carmem – ASSOBECATY

16h – Debates

16h20min. – Painel: Saúde da Mulher
Painelistas: Representante da Secretaria Est. de Saúde e Mãe Claudete (a confirmar)

17h – Debates

Dia 25 de Setembro de 2011 – Domingo:

10h – Painel: Como romper o Preconceito.
Painelistas: Eliane – SEDUC/RS e Mãe Rose de Alvorada – SPM/RS

10h40min. – Debates

11h15min. – Apresentação da síntese dos Debates.

12h – Almoço

15h – IV Alujá na Pedra do Xangô de Guaíba – RS

18h – Encerramento

NGUZU!!!

20 Sep

NGUZU!!!

Parabensssss ASSOBECATY-

teremos em dezembro a 3º conferencia de politicas para as mulheres
Makota Kizandembu Kiamaza/T.C

ASSOBECATY– CONVIDA 4° Alujá na Pedra do Pai Xango e a I Conferência de Yás de Casas de Tradição

18 Sep

 

I Conferência de Yás de Casas de Tradição          
Convite para as atividades relativas ao 4° Alujá na Pedra do Pai Xango e a I Conferência de Yás de Casas de Tradição na Praia da Alegria – Município de Guaíba., no dia 24  e 25 de setembro do corrente mês a partir das 9 horas da manhã.
    Pelo quarto ano consecutivo, o Alujá na Pedra se consagra como referência para os religiosos de Umbanda e Matriz Africana de Guaiba e a conferência de Yás responde ao apelo DE mobilização de mulheres gaúchas em conferências organizadas por segmentos de representatividade.
    A unificação das duas datas atende ao princípio de economicidade de recursos, tempo e demandas aos setores públicos e demais apoiadores. 

Sem mais para o momento, cordiais saudações.

Mãe Carmen de Oxalá

Casas de Comunidade Tradicionais de Terreiros , se articulam e colocam Autdoor para convidar a população para o 4º Alujá na Pedra de Xangô

10 Sep

DSC03005_thumb1

Usando o ditado a união faz a força, a  comissão permanente da semana municipal da umbanda e das religiões de matriz africana do municipio de Guaiba, está sendo responsável no municipio de Guaiba pela organização do 4º Alujá na Pedra de Xango e I Conferência Temática de Políticas para as Mulheres Yás de Terreiros Tradicionais- RS , o grupo é orientado pela Assobecaty- Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá através de sua Yalorixá Mãe Carmen de Oxalá, eles enfrentam um grande desafio que é a unificação de duas atividades, atendendo ao princípio de economicidade de recursos, tempo e demandas aos setores públicos e demais apoiadores.

 O desafio que a comissão está enfrentando é fazer acontecer, garantir público no evento que será realizado em 2 dias, sábado (24 ) e domingo(25). Para chamar o público esse ano, a comissão apostou no meio publicitário exterior, colocaram um outdoor em local de grande circulação, um convite aberto para a cidade, assim como abrir uma janela da visibilidade, a luta para o reconhecimento da Pedra de Xangô como patrimônio imaterial, para isso desde o ano de 2007 a comissão vem realizando Alujá na Pedra de Xangô.

A comissão atualmente é formada por 10 casas de religião Afro de Guaiba, Mãe Geni de Iemanjá, Mãe Ana de Oxum, Mãe Jane de Obá, Mâe NIlza, Pai Roni de Ogum, Mãe Bere de Oxum , Pai Gerson de Ossanha, Viviane de Ogum, Pai Jorge de Xangô Adganjú, Flora Santa Barbará e Mãe Carmen de Oxalá, que conquistaram o apoio do poder público e da comunidade que vem aderindo o evento . 

ALUJA NA PEDRA DE XANGO

8 Sep

Já começaram a circular os convites para o  tadicional Alujá na Pedra de Xangô, na Praia da Alegria, municipio de Guaiba.

A Pedra do Pai Xangô

    A festa que começa às 10  do dia 25 de setembro com uma Roda de Conversa, almoço no local e a tarde será o ponto alto com  as manifestações das autoridades e religiosas civis , prevista para  ás 15 horas e a finalização com o Alujá.

    O que é Alujá ?
    Alujá é um toque especifico do orixá Xangô que ritmo produzido pelo som dos atabaques aceleram em ritmo crescente, os passos de quem acompanha a dança gestos simbolizam a saga de guerreiros , os atabaques aceleram gradativamente o ritmo tornando mais vibrante os passos dos que dançam.
    " A cadência se acelera ele faz o gesto de quem vai pegar numa !alabá" (bolsa de couro imaginário as pedras de raio de lançá-las sobre a terra" (Verger, 1997;140).

    Promoção

    ASSOBECATY

    Comissão Permanente e Impulsora da Semana Municipal da Umbanda e das Religiões de Matriz Africana

    APOIO;

    Secretária  Municipal de  Turismo e Cultura

     

    Praia da Alegria- Guaíba

    RS – Brasil

    Divulgue e participe  !

    GUAIBA PODE SEDIAR A CONFERENCIA ESTADUAL DE YAS

    6 Sep

     

    A conselheira municipal do CODIM-  slide12Conselho Municipal da Mulher  Yalorixá Carmen Lucia Silva de Oliveira, também idealizadora do Movimento 13 de Maio Abolição Não Conclusa Para as Mulheres Negras, dirigente da casa tradicional Assobecaty- Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá, apresentou a SMP- Secretaria de Politica para Mulheres do Estado do Rio Grande do Sul, um documento  de solicitação de apoio governamental para a realização da 1ª Conferência Livre de Yás. Com o  objetivo de  contribuir para uma reflexão sobre diferentes aspectos, inclusive na forma de intervir nas políticas públicas, potencializando -as para  exercerem o controle social, legitimando as  lideranças femininas  dos terreiros enquanto detentoras de saberes e poderes para pautar politicas especificas de atenção das autoridades municipais, estaduais e federais.
    Contatos (51) 84945770  OU 97010303
    maecarmendeoxalá@hotmail.com
    Divugue e participe!