Archive | Sem categoria RSS feed for this section

Exposição Ilê Ifé: O Sagrado aos Olhos Humanos continua aberta ao público na Casa de Cultura Mario Quintana

13 Nov

IMG_4322Vai até o dia 30 de novembro,  na Casa de Cultura Mario Quintana,  centro histórico de Porto Alegre a exposição é do  Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural- ASSOBECATY.
A mostra Ilê Ifé: O sagrado aos  olhos humanos  abrange 12  indumentárias  de orixás: que  revelam uma abordagem incomum do tema, durante as atividades do Novembro Negro.
Expaço  Majestic Casa de Cultura  Mario Quintana fica na Rua Dos Andradas , 736, Centro Histórico de Porto Alegre. RS.

Advertisements

Novembro Negro do Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural- ASSOBECATY, também tem o BAZAR CONEXÃO AFRO dia 12/11 na Casa de Cultura Mario Quintana

8 Nov

Convite Bazar Ponto de CulturaNovembro negro  BAZAR AFRO A

Em comemoração ao mês  da consciência negra  o Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural – ASSOBECATY , convencionou chamar uma série de atividades que compõe o Novembro Negro, nesse sentido dia 12 de novembro acontecerá  o Bazar Conexão Afro com lançamento de roupas afros, roupas de preto velho, turbantes, colares, kit Axés, negras africanas, sabonetes aromáticos, além de peças exclusivas produzidas dentro do ponto de cultura. Também conta com a parceria da Associação Oxum Panda Mirê  e suas peças de artesanato afro autoria e criatividade de Mãe Andréia de Oxum, pintura em gesso das negras africanas, patuás, bijuterias, e bonecas.

Grupo de percussão Yalodê Idunn, encerra atividade do Novembro Negro foi ovacionado e motivou muita dança no pé

5 Nov


O grupo de percussão do Quilombo do Sopapo, Yalodê Idunn , fez um final de tarde agitado, sábado ( 4 ), sendo a última atração da Programação do Novembro Negro, iniciativa do Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural – Assobecaty ocorrido na Casa de Cultura Mario Quintana,  Os (as) percussionistas cantoras(os) foram aplaudidas, e também muita dança no pé.IMG_4139

Durante 40 minutos, sob o comando do comandado por Mestre Edu Nascimento, cantaram músicas em diversos sendo algumas de autoria própria.IMG_4185

Mãe Carmen de Oxalá, que comanda ASSOBECATY,  parabenizou o grupo pela belíssima apresentação. “A Iya afirmou: “Parabéns!  Estes são parceiros confirmados, sempre abrilhantam nossas atividades”.

Grupo de percussão Yalodê Idunn, encerra atividade do Novembro Negro foi ovacionado e motivou muita dança no pé

5 Nov


O grupo de percussão do Quilombo do Sopapo, Yalodê Idunn , fez um final de tarde agitado, sábado ( 4 ), sendo a última atração da Programação do Novembro Negro, iniciativa do Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural – Assobecaty ocorrido na Casa de Cultura Mario Quintana,  Os (as) percussionistas cantoras(os) foram aplaudidas, e também muita dança no pé.IMG_4139

Durante 40 minutos, sob o comando do comandado por Mestre Edu Nascimento, cantaram músicas em diversos sendo algumas de autoria própria.IMG_4185

Mãe Carmen de Oxalá, que comanda ASSOBECATY,  parabenizou o grupo pela belíssima apresentação. “A Iya afirmou: “Parabéns!  Estes são parceiros confirmados, sempre abrilhantam nossas atividades”.

Grupo de percussão Iyalodê Idunn, encerra atividade do Novembro Negro foi ovacionado e motivou muita dança no pé

5 Nov


O grupo de percussão do Quilombo do Sopapo, Iyalodê Idunn , fez um final de tarde agitado, sábado ( 4 ), sendo a última atração da Programação do Novembro Negro, iniciativa do Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural – Assobecaty ocorrido na Casa de Cultura Mario Quintana,  Os (as) percussionistas cantoras(os) foram aplaudidas, e também muita dança no pé.IMG_4139

Durante 40 minutos, sob o comando do comandado por Mestre Edu Nascimento, cantaram músicas em diversos sendo algumas de autoria própria.IMG_4185

Mãe Carmen de Oxalá, que comanda ASSOBECATY,  parabenizou o grupo pela belíssima apresentação. “A Iya afirmou: “Parabéns!  Estes são parceiros confirmados, sempre abrilhantam nossas atividades”.

Grupo Infantil de Dança Afro da Associação Oxum Panda Mirê, chegando na CCMQ

5 Nov

14/11 em Casa De Cultura Mario Quintana

Eles encantaram com suas graciosidades, uma experiência maravilhosa que se revelou, a dança do grupo infantil muito importante por elevar auto estima, incentivar as crianças, e também eles aprendem a valorizar e defender a cultura afro.IMG_4050IMG_4052IMG_4053IMG_4054IMG_4055

As estrelinhas do Grupo Infantil de Dança Afro da Associação Oxum Panda Mirê, chegando na CCMQ

5 Nov

IMG_4012_thumb[1]IMG_4010_thumb[2]

IMG_4009_thumb[2]